Utilização de indicadores de desempenho em Comitês de Ética em Pesquisa

Resumen

O presente estudo analisou o uso de indicadores de desempenho afim de melhorar a eficiência e qualidade do funcionamento dos CEP. Os principais objetivos foram utilizar os indicadores desenvolvidos como ferramenta para avaliar o desempenho do Comitê de Ética em Pesquisa de uma instituição Federal no Rio de Janeiro, quanto à eficiência e eficácia de sua operação, e determinar os motivos que fazem com que a duração do processo de aprovação exceda a meta de 60 dias. Com base em uma revisão da literatura foram desenvolvidos indicadores para avaliar os processos do CEP usando um modelo de estrutura-processo-resultado. Para observar tendências nos indicadores avaliados, foram extraídos e analisados os dados relacionados a todos os protocolos submetidos ao CEP entre janeiro de 2009 e dezembro de 2014. O comitê de ética do presente estudo utilizou indicadores para identificar os pontos críticos dos seus processos e assim melhorar seu desempenho.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Referencias

Brasil. Conselho Nacional de Saúde. [Internet]. Resolução CNS nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília: Ministério da Saúde; 2012. [acesso 4 jan 2014]. Disponível: http://www.conselho.saude.gov.br/web_comissoes/conep/index.html

Brasil. Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Saúde. Norma Operacional nº 1/2013. Brasília: Ministério da Saúde; 2013. [acesso 4 jan 2014]. Disponível: http://www.conselho.saude.gov.br/web_comissoes/conep/index.html

Klitzman R. The ethics police?: IRBs’ views concerning their power. 2011. PLoS One. 6: e28773. DOI:10.1371/journal.pone.0028773

Ferreira H, Cassiolato M, Gonzalez R. Uma experiência de desenvolvimento metodológico para avaliação de programas: o modelo lógico do programa segundo tempo. Texto para discussão. Rio de Janeiro: IPEA, 2009

Alegre H, Hirner W, Baptista JM, Parena R. Indicadores de desempenho para serviços de abastecimento de água. Serie Guias Técnicos - Instituto Regulador de Águas e Resíduos. Laboratório Nacional de Engenharia Civil. 2004, 277p

Fischmann AA, Zilber MA. Utilização de indicadores de desempenho para a tomada de decisões estratégicas: um sistema de controle. RAM. Revista de Administração Mackenzie, vol. 1, núm. 1, 2000. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, Brasil. pp. 10-25.

Research Compliance Office (RCO). Stanford University (2014) Survey and Metrics. [acesso 8 out 2014]. Disponível: http://humansubjects.stanford.edu/new/cqi/surveys_metrics.html

Clinical Research Resources Office (CRRO). Boston University (nd) Regulatory Tools and Resources. [acesso 8 out 2014]. Disponível: http://www.bumc.bu.edu/crro/regulatory/tools/

Office of Research and Commercialization (ORC). University of Central Florida (2012) Checklist: Minutes Quality Improvement Assessment. [acesso 8 out 2014]. Disponivel: http://www.r e s e a r c h . u c f . e d u / d o c u m e n t s / PDF / H R P- 4 3 1 % 2 0 -% 2 0 C H E C K L I S T % 2 0 % 20Minutes % 20 Quality% 20 Improvement % 20 Assessment.pdf

Institution Review Board. University of Missouri-Columbia (2008) Standard Operating Procedure: Assessments/Audits. [acesso 8 out 2014]. Disponível: http://research.missouri.edu/policies/files/irb_assessments_final.pdf

Indicadores do Comitê de Ética em Pesquisa – Hospital de Câncer de Barretos. [acesso 6 jan 2015]. Disponível: http://www.hcancerbarretos.com.br/upload/doc/0383910f852d16bb96a8d3d824e576ec.pdf

Labronici LM, Raimondo ML, Trigueiro TH, Raimondo-ferraz MI, Ramo CC. Caracterização de protocolos de pesquisa apreciados por um comitê de ética. Cienc Cuid Saude, 2012; 11(2): 284-93.

Massarollo MCKB, Kurcgant P, Fernandes MFP. Comitê de Ética em pesquisa da Escola de Enfermagem da USP: experiência dos seis primeiros anos. Rev. Esc Enferm USP. 2009;43 (2 Esp): 1303-7.

Barbosa AS, Boery RNSO, Barbosa AAL. A experiência do comitê de ética em pesquisa da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (CEP/UESB). Rev.Saúde.Com 2010; 6(2): 106-118.

Abbott L, Grady C. A systematic review of the empirical literature evaluating IRBs: what we know and what we still need to learn. J Empir Res Hum Res Ethics. 2011; 6: 3-19. doi:10.1525/jer.2011.6.1.3

Klitzman R. From anonymity to ‘‘open doors’’: IRB responses to tensions with researchers. BMC Res Notes 2012; 5: 347. doi:10.1186/1756-0500-5-347

Adams P, Kaewkungwal J, Limphattharacharoen C, Sukanya P, Pengsaa K, Khusmith S. Is your ethics committee eficient? Using “IRB Metrics” as a self-assessment tool for continuous improvement at the Faculty of Tropical Medicine, Mahidol University, Thailand. Plos One, 2014; 9 (11) e 113356. doi:10.1371/journal.pone.0113356

Rotta CSG. Utilização de indicadores de desempenho hospitalar como instrumento gerencial. [Tese de Doutorado], São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Universidade de São Paulo; 2004.

Taylor HA. Moving beyond compliance: measuring ethical quality to enhance the oversight of human subjects research. IRB 2007; 29: 9-14.

Novaes MRG, Guilhem D, Lolas F. Ethical Conduct in Research involving Human Beings in Brazil. Arq Med 2009; 1; 23 (4) 145-50.

Paiva PA, Costa SM, Dias OV, Boas VSV, Souto DGB, Silva DL. Experiência do Comitê de Ética em Pesquisa em uma universiade de MG, Brasil. Arq Med 2009; 23 (1): 169-77.

Silva JAC, Teixeira RKC, Gonçalves TB. Experiência do comitê de ética em pesquisa de uma universidade pública brasileira. Ver Bioet 2012; 20 (2) 360-6.

Pales CMP, Costa MR, Pessalacia JDR. Caracterização de riscos em protocolos submetidos a um comitê de ética em pesquisa: análise bioética. Rev Bioet 2014; 22 (3): 493-9.

Guillemin M, Gillam L, Rosenthal D, Bolitho A (2012) Human research ethics committees: examining their roles and practices. J Empir Res Hum Res Ethics 7:38–49. doi:10.1525/jer.2012.7.3.38

Dyrbye LN, Thomas MR, Mechaber AJ, Eacker A, Harper W, et al. (2007) Medical education research and IRB review: an analysis and comparison of the IRB review process at six institutions. Acad Med 82: 654-60. doi:10.1097/ACM.0b013e318065be1e

Lantero DA, Schmelz JO, Longfield JN (2011) Using Metrics to Make an Impact in a Human Research Protection Program. Journal of Clinical Research Best Practice 7: 1-5.

Mayo Clinic Human Research Protection Program (2012) Roles, Qualifications and Evaluation of IRB Members. [acesso 10 jan 2015]. Disponível: http://www.mayo.edu/research/ documents/9-roles-qualification-and-eval-of-irb-memberspdf/DOC-10027103

Cómo citar
Duarte Rocha, A., Rocha Chirol, A., Carioca da Costa , A. C., & Lopes Moreira , M. E. (2019). Utilização de indicadores de desempenho em Comitês de Ética em Pesquisa. Revista Latinoamericana De Bioética, 19(36-1). https://doi.org/10.18359/rlbi.3401
Publicado
2019-05-21